quinta-feira, 26 de abril de 2012

NOVO ENDEREÇO DO BLOG.



 Novo Endereço -


www.artebrentan-artebrentan.blogspot.com.br


Aguardo sua visita, e adição no novo endereço. 

sábado, 14 de abril de 2012

Sem solução.

Estou super irritada, cometi um pequeno erro, ao apertar um comando no meu blog, e pronto não consigo mais ter nenhum acesso a não ser fazer as postagens, sem querer, me exclui como administradora, e o que me deixou mais desapontada é que apesar de toda esta "incrível" TECNOLOGIA, não tem como reverter um simples comando, já pedi ajuda, já enviei mil emails, mas não tive nem uma resposta positiva. Pelo que vi terei mesmo que fazer outro blog, e que trabalho!!! No momento estou tentando me equilibrar psicologicamente, para ter paciência de fazer tudo de novo. Parece que só me falta infelizmente lamentar, depois de trabalho e de tudo já no seu lugar. Espero não perder a companhia de todas vocês que estão sempre aparecendo por aqui,
assim que tiver tudo ok , vou é claro deixar o novo endereço aqui e conto com sua visita. Se quizerem deixar algum comentário ou quem sabe alguma de vocês já tiveram este problema e queira compartilhar comigo sua experiência e quem  sabe até solução, peço por favor que me enviem por email   - meirebpaula@gmail.com, já que não tenho como acessar os comentários.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Sabonete favo rosa.





Aqui uma brincadeira com as fotos do último sabonete que fiz, Favo Rosa, apesar do nome este não é de mel,  tem aroma de erva doce e um toque de rosas vermelhas.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Feliz Páscoa

                                                                 
                                                                     Oração de Páscoa

Ó Senhor ( FELIZ PASCOA ) Iluminai o caminho àqueles que em trevas percorrem seus passos. Fazei deles iluminados por Tua Divina luz eterna.  Fazei com que sejam, em esperança convictos, nas intenções ,perfeitos nas orações benditos, em tua graça eleitos.  Fazei deles tua criação perfeita e bela, nesta singela oração.


A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra "páscoa" - do hebreu "peschad", em grego "paskha" e latim "pache" - significa "passagem", uma transição anunciada pelo equinócio de primavera. 

Então Uma Feliz e Abençoada Páscoa!

domingo, 1 de abril de 2012

Casinha de Fevereiro em ponto cruz.

Colocando alguns trabalhos em ordem, a medida do possível. Mais uma casinha pronta, assim que der  vou enquadra-las.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Capelinha.


Capelinha branca, com detalhes em relevo, ideal para imagens de 15 cm, e este santinho aí, é Frei Galvão da linha de imagens com aparência infantil. Também disponível na Lojinha Beco dos Sonhos.

quarta-feira, 21 de março de 2012

DIA MUNDIAL DA POESIA.



O Dia Mundial da Poesia celebra-se a 21 de março, foi criado na XXX Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999. Um dia dedicado a poesia e leitura.

E para celebrar este dia entre tantas poesias e letras lindas, resolvi fazer um repeteco desta letra linda e que nos fala lá "n'alma".  

        "PACIÊNCIA"

  Lenine

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...
Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...
Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...
O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...
Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara...

sábado, 17 de março de 2012

Rifa-se um coração - Letra e Poesia.


Rifa-se um coração

Rifa-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque que insiste
em pregar peças no seu usuário.
Rifa-se um coração que na realidade está um
pouco usado, meio calejado, muito machucado
e que teima em alimentar sonhos e, cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente que nunca desiste
de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado coração
que acha que Tim Maia
estava certo quando escreveu...
"...não quero dinheiro, eu quero amor sincero,
é isso que eu espero...".
Um idealista...Um verdadeiro sonhador...
Rifa-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece, e mantém sempre viva a
esperança de ser feliz, sendo simples e natural.
Um coração insensato que comanda o racional
sendo louco o suficiente para se apaixonar.
Um furioso suicida que vive procurando
relações e emoções verdadeiras.
Rifa-se um coração que insiste em cometer
sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo em nome
de causas e paixões.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado.
Tantas vezes impulsivo.
Rifa-se este desequilibrado emocional
que abre sorrisos tão largos que quase dá
pra engolir as orelhas, mas que
também arranca lágrimas
e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado,
ou mesmo utilizado
por quem gosta de emoções fortes.
Um órgão abestado indicado apenas para
quem quer viver intensamente
contra indicado para os que apenas pretendem
passar pela vida matando o tempo,
defendendo-se das emoções.
Rifa-se um coração tão inocente
que se mostra sem armaduras
e deixa louco o seu usuário.
Um coração que quando parar de bater
ouvirá o seu usuário dizer
para São Pedro na hora da prestação de contas:
"O Senhor pode conferir. Eu fiz tudo certo,
só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal
quando ouvi este louco coração de criança
que insiste em não endurecer e,
se recusa a envelhecer"
Rifa-se um coração, ou mesmo troca-se por
outro que tenha um pouco mais de juízo.
Um órgão mais fiel ao seu usuário.
Um amigo do peito que não maltrate
tanto o ser que o abriga.
Um coração que não seja tão inconseqüente.
Rifa-se um coração cego, surdo e mudo,
mas que incomoda um bocado.
Um verdadeiro caçador de aventuras que ainda
não foi adotado, provavelmente, por se recusar
a cultivar ares selvagens ou racionais,
por não querer perder o estilo.
Oferece-se um coração vadio,
sem raça, sem pedigree.
Um simples coração humano.
Um impulsivo membro de comportamento
até meio ultrapassado.
Um modelo cheio de defeitos que,
mesmo estando fora do mercado,
faz questão de não se modernizar,
mas vez por outra,
constrange o corpo que o domina.
Um velho coração que convence
seu usuário a publicar seus segredos
e a ter a petulância de se aventurar como poeta.

Clarice Lispector.

Colaboração de Any A. Pereira "minha cunhadinha"

Voltando pra rotina.


Problemas, aparentemente, superados... espero finalmente, poder começar o ano, primeiro colocando em ordem alguns trabalhinhos (desafios dos Fóruns) que já estavam ficando atrasados, e depois coisas novas que já estou preparando. No momento é só o que tenho.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Poema da Saudade


POEMA da SAUDADE”

“Em alguma outra vida,devemos ter feito algo muito grave,para sentirmos tanta saudade...
Trancar o dedo numa porta doí.
Bater o queixo no chão doí.
Doí morder a língua,cólica doí, doí torcer o tornozelo.
Doí bater a cabeça na quina da mesa,carie doí,pedras nos rins também doí.
Mas o que mais doí é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma brincadeira de infância.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade de nós mesmo,o tempo não perdoá.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se Ama.
Saudade da pele,do cheiro,dos beijos.
Saudade da presença,e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ele no quarto,sem se verem,mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ele para a trabalho,mas sabiam-se onde.
Você podia ficar sem vê-lo,e ele sem vê-la,mas sabiam-se amanhã.
Contudo,quando o Amor de um acaba,ou torna-se menor no outro.
Sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber se ele continua fungando num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Se aprendeu a entrar na internet,se aprendeu a ter calma no trânsito.
Se continua preferindo cerveja a uísque(e qual a cerveja)
Se continua sorrindo com aqueles olhos apertados,e que sorriso lindo.
Será que ele continua cantando aquelas mesmas musicas tão bem(ao menos eu admirava)?
Será que ele continua fumando e se continua adorando Mac Donald's?
Será que ele continua não amando os livros,e ela cada vez mais?
E continua não gostando de dar longas caminhadas,e ela não assistindo televisão?
Será que ele continua gostando de filmes de ação,e ela de chorar em comédias.
Será que ela continua lendo os livros que já leu?
Será que ele continua tossindo cada vez que fuma?
Saber é não saber mesmo!!!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais longos,não saber como encontrar
tarefas que lhe cessem o pensamento.
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música,não saber como vencer a dor 
de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ele está com outra,e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz,e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro,se ele está mais belo.
Saudade é nunca mais saber de quem se Ama e ainda assim doer.
Saudade é isso que senti(e sinto) enquanto estive escrevendo e o que você (deveria)
provavelmente estar sentido agora depois que acabou de ler.”
Quem inventou a distância nunca sofreu a dor de uma saudade!!!


Martha Medeiros


Colaboração, carinhosamente, enviada por Lilia e Vera do blog Duas Moças Prendadas ,  Super Obrigado!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Meio Ausente.

Desculpem as amigas, que estão passando por aqui, e não estão encontrando novidades, estou passando por problemas de saúde com minha mãe, ando sem tempo pra fazer o que mais gosto, que é dar atenção ao meu blog, por isto desculpem se não estou retribuindo suas visitas, mas sempre que posso passo aqui pra pegar seus recados. Assim que der volto com novidades, pra movimentar o blog. Mas não se esqueçam de mim, sua presença, mesmo que virtual, me alegra. Beijos.