sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Minha primeira troquinha.


Adorei brincar disto. É o lado criança se manifestando. Estes presentinhos ganhei da amiga Rita Melo de Niterói - RJ e esta troca foi pelo forum Fazendo Arte em Ponto Cruz. A troca é de botões e o resto é por conta da amiga, achei lindo os botões e muito fofo os alfinetes, sem contar as guloseimas que quase não da tempo pra tira a foto. Muito bom, vou brincar mais vezes.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A Arte de ser Feliz

A arte de ser feliz

Houve um tempo em que minha janela se abria
sobre uma cidade que parecia ser feita de giz.
Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco.
Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,
e o jardim parecia morto.
Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde,
e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas.
Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse.
E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz.
Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor.
Outras vezes encontro nuvens espessas.
Avisto crianças que vão para a escola.
Pardais que pulam pelo muro.
Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais.
Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar.
Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega.
Ás vezes, um galo canta.
Às vezes, um avião passa.
Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.

Cecília Meireles


Enviado para mim carinhosamente por Any A. Pereira .

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Kit romance. Se gostar deixe seu voto.


Fiz este blog pra divulgar alguns trabalhos que faço pois sinto imensa necessidade e prazer em fazer trabalhos manuais, e nunca os mostrava a ninguém, ficavam sempre guardados e no esquecimento, achei aqui uma forma de mostra-los e até vende-los. Conquistei alguns amigos virtuais e é pra vocês que venho meio tímida que sou,
pedir que se, gostam do que veem aqui, deixem seu voto no link do Top Blog, ao qual me inscrevi e aguardo sempre anciosa seu voto. É simples e rápito através do twiter ou email no qual você receberá um link pra confirmar seu voto. É só clicar no selo abaixo ou na barra lateral.   Fico muito grata com seu carinho.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Kit Amor Perfeito

Caixa trabalhada com decoupage contém um sabonete bouquet de rosas e uma folha aroma de pêssego com chantily e extrato de cacau e um hidratante 90 gr aroma de abacaxi em calda com extrato de cacau.

Meu Sonho (Cecília Meireles)

Meu Sonho (Cecília Meireles)

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sorteio da Fabíola





Vim divulgar este sorteio super legal da amiga Fabíola do blog http://artesempontocruz.blogspot.com/
são dois Kits super bacanas, com muitas coisinhas que as arteiras adoram. Vale a pena participar o sorteio será dia 30/10. Boa Sorte.

sábado, 10 de setembro de 2011

Quadrinhos em ponto cruz.





Estas molduras estavam jogadas, havia feito um pintura que não gostei, depois de algum tempo bateu a inspiração e resolvi reutiliza-las. Vida nova!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Soneto do Amor Total


Amo-te tanto, meu amor ... não cante
O humano coração com mais verdade ...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.



Vinícius de Morais

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Poema do Amor Perfeito

 Poema do Amor Perfeito

 Cecília Meireles

Naquela nuvem, naquela,
mando-te meu pensamento:
que Deus se ocupe do vento.

Os sonhos foram sonhados,
e o padecimento aceito.
E onde estás, Amor-Perfeito?

Imensos jardins da insônia,
de um olhar de despedida
deram flor por toda a vida.

Ai de mim que sobrevivo
sem o coração no peito.
E onde estás, Amor-Perfeito?

Longe, longe, atrás do oceano
que nos meus olhos se aleita,
entre pálpebras de areia...

Longe, longe... Deus te guarde
sobre o seu lado direito,
como eu te guardava do outro,
noite e dia, Amor-Perfeito.